Assuntos

Sem-Teto são retirados da Rio Branco e suas coisas levadas pela Comlurb

comlurb_b

[Por Claudia Santiago Giannotti] Rio de Janeiro. 05/02/2018. 16h38. Prefeito: Marcelo Crivella. Que a história registre. Neste dia, garis da Comlurb retiravam as poucas coisas de pessoas que se abrigavam sob as marquises da Rio Branco e jogavam no carro de lixo. E a população em situação de rua não tinha como reagir. Apenas uma travesti dizia: eu não quero ir para abrigo. E ela tem esse direito. Eram pretos, brancos, amarelos. Jovens, velhos. Mulheres, homens. Com perna e sem perna. Doentes ou não. Não importava nada. Suas improvisadas camas de papelão, suas roupas, tudo o que incomoda aos olhos da gente de bem que passa tranquilamente, era retirado. São os governos cumprindo as determinações da imprensa, o partido da burguesia. Em O Globo de hoje, reluzia na capa “Desordem urbana assusta turistas em cartões-postais do Rio”. Retirem-se camelôs, flanelinhas, sem-teto. A carrocinha vai passar.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *