Assuntos

Agências de notícias, conglomerados globais e a concentração da informação

Publicado em 7 de novembro de 2017

Enfrentar a concentração da informação pelos conglomerados globais segue sendo um desafio para sociedades como a brasileira. Apenas algumas famílias, comprometidas com os interesses dos patrões e do capital, dominam os meios de comunicação. Para debater esse tema, convidamos Francisco Fonseca, professor da FGV de São Paulo, especialista em políticas públicas, liberalismo, democracia, hegemonia e imprensa no Brasil; Laurindo Leal, jornalista e sociólogo, apresentador do Ver TV, da TV Brasil; a jornalista Renata Mielli, do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé e coordenadora geral do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação; e Murilo Ramos, jornalista e professor da Faculdade de Comunicação da UNB.

Saiba mais

1º Encontro Gaúcho pelo Direito à Comunicação (EGDC)

Publicado em 27 de outubro de 2017

Nos dias 27 e 28 de outubro, em Porto Alegre, acontece o 1º Encontro Gaúcho pelo Direito à Comunicação. O tema do encontro é o papel da mídia na construção do golpe e as alternativas para a democratização da comunicação. A organização é do Comitê Gaúcho do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC). | Saiba mais!

Saiba mais

Relatório conclui que neutralidade da rede é violada no Brasil

Publicado em 5 de outubro de 2017

[Por FNDC] Em pelo menos quatro países latino-americanos – Brasil, Chile, Colômbia e México – a neutralidade da rede tem sido sistematicamente violada. A principal forma de quebra dessa norma acontece por meio dos planos de tarifa-zero. Essa é a conclusão do relatório “Neutralidade de rede na América Latina: regulamentação, aplicação da lei e perspectivas – os casos do Chile, Colômbia, Brasil e México”. A pesquisa foi coordenada pelas organizações Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social, do Brasil, e Derechos Digitales, do Chile. Recebeu apoio da Access Now, e teve participações também de Fundación Karisma, da Colômbia, e R3D, do México. | Continue lendo.

Saiba mais

Com apoio da CUT-RS, FNDC organiza 1º Encontro Gaúcho pelo Direito à Comunicação

Publicado em 6 de setembro de 2017

[Por CUT-RS/FNDC] O Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) está organizando o 1º Encontro Gaúcho pelo Direito à Comunicação (EGDC), que será realizado de 27 a 28 de outubro, em Porto Alegre. O evento, que tem o apoio da CUT-RS, é uma iniciativa do Comitê Gaúcho do FNDC.

O objetivo é promover um evento regional, a partir das três importantes edições nacionais promovidas pelo FNDC. As duas primeiras aconteceram no Recife (PE), em 2012, e em Belo Horizonte (MG), em 2015. | Saiba mais!

Saiba mais

1º Encontro Gaúcho pelo Direito à Comunicação  

Publicado em 17 de agosto de 2017

Foi dado o pontapé inicial para a realização do 1º Encontro Gaúcho pelo Direito à Comunicação, nos dias 27 e 28 de outubro. Uma parceria entre o Comitê Gaúcho do FNDC e a Fabico (UFRGS). Aguardem mais detalhes!

Saiba mais

Google estaria a caminho da ‘censura política’?

Publicado em 11 de agosto de 2017

[Por Andre Damon e Niles Niemuth, do WSWS, com tradução de Inês Castilho, do Outras Palavras] Nos últimos três meses, desde que o Google anunciou seus planos de não deixar que usuários acessem “fake news” (notícias falsas), o tráfego global de um amplo leque de organizações de esquerda, progressistas, contra a guerra ou em favor dos direitos democráticos teve queda significativa. Em 25 de abril, o Google anunciou que havia implementado mudanças em seu serviço de busca para tornar mais difícil acessar o que chamou de informação de “baixa qualidade”, um conceito que inclui as chamadas “teorias de conspiração” e “fake news”. O World Socialist Web Site (WSWS) foi um dos alvos dos novos “métodos de avaliação” do Google. Enquanto em abril de 2017 as buscas do Google deram origem a 422.460 visitas ao WSWS, este mês o número caiu para cerca de 120 mil, uma queda de mais de 70%. David North, presidente do Conselho Editorial Internacional do WSWS, afirmou que o Google está engajado em censura política. “O World Socialist Web Site existe há cerca de 20 anos”, disse, “e desenvolveu uma ampla audiência internacional. Durante a última primavera, o número de pessoas que visitaram o WSWS por mês excedeu 900 mil.” “Embora um percentual significativo de nossos leitores entrem no WSWS diretamente, muitos internautas acessam o site por meio de ferramentas de busca, das quais o Google é a mais usada”, disse David North, que coordena o comitê editorial do site. Ele prosseguiu: “Não há explicação inocente para uma queda tão acentuada no número de leitores provenientes das buscas do Google, quase da noite para o dia.” | Leia o texto completo.

Saiba mais
Página 1 de 2812345...1020...Última »