Assuntos

As greves escravas, entre silêncios e esquecimentos

Publicado em 18 de julho de 2016

Grupo de escravos “ao ganho”, na Bahia. Eram negros que não moravam com o senhor, nem estavam sujeitos a feitor. Executavam pequenos trabalhos urbanos e ganhavam por isso. Obrigavam-se a pagar féria diária a seus proprietários, sob pena de castigos No Brasil do século XIX, antes dos imigrantes, negros e trabalhadores livres já faziam “paredes”, paralisações por melhores condições de vida e trabalho. O artigo é de Antonio Luigi Negro, historiador, professor associado do programa de pós-graduação em história da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Flávio dos Santos Gomes é historiador, professor do Departamento de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), publicado por Outras Palavras, 14-07-2016. Eis o artigo. —————– Dia ensolarado. O italiano Pascoal se aproxima do brasileiro Justino. Apelidado de “missionário”, o italiano usava um desses chapeletes de militante socialista. Com uma pá...

Saiba mais

22º Curso Anual do NPC!

Publicado em 12 de julho de 2016

O Núcleo Piratininga de Comunicação (NPC) realiza todo ano o Curso Anual do NPC. Esse curso reúne diversos dirigentes sindicais, jornalistas, pesquisadores e estudantes de todo o Brasil. Para cada edição é escolhido um tema central referente à comunicação. Em 2016, o tema será “A fusão da mídia com o Estado e a manipulação das consciências”. Clique aqui e confira a programação do 22o Curso Anual do NPC!

Saiba mais

Suzette Bloch, neta de Marc Bloch, responde a editorial do Estadão

Publicado em 12 de julho de 2016

[O Hum Historiador abre espaço para repercutir a carta aberta de Suzette Bloch, neta do historiador Marc Bloch, em resposta ao editorial do jornal O Estado de S. Paulo, de 14 de Junho de 2016, intitulado O lugar de Dilma na história.] CARTA ABERTA AO JORNAL ESTADÃO, EM RESPOSTA AO EDITORIAL DE 14 DE JUNHO DE 2016* Meu nome é Suzette Bloch. Sou jornalista e, além disso, neta e detentora dos direitos autorais do historiador e resistente Marc Bloch. Eu li seu editorial do dia 14 de junho sobre o manifesto dos Historiadores pela democracia. Ele me deixou estupefata e indignada. Seu jornal utiliza o nome de meu avô para justificar um engajamento ideológico totalmente oposto ao que ele foi, um erudito que revolucionou a ciência histórica e um cidadão a tal ponto engajado na defesa das liberdades e da...

Saiba mais

LAVENÈRE: medidas de Temer aprofundam golpe contra a Constituição

Publicado em 8 de julho de 2016

[Por Joana Rozowykwiat/Portal Vermelho] Apesar de provisória, a gestão Michel Temer quer mudar a Carta Magna para limitar o crescimento das despesas do governo, restringindo inclusive gastos obrigatórios com saúde e educação. Para o advogado Marcelo Lavenère, as propostas de Temer aprofundam o golpe contra a Constituição, iniciado com o afastamento da presidenta Dilma Rousseff. Segundo ele, o desmonte do pacto social de 1988, de forma a sujeitar a economia do país aos princípios do mercado, é a razão por trás do impeachment. “As propostas do governo provisório se revestem da continuidade do golpe que foi dado contra a Constituição e a democracia. É um governo provisório e interino, que propõe mudanças profundas e definitivas na estrutura do governo, dos órgãos da administração, de modo que vejo com muita preocupação essa inversão de valores”, disse, em entrevista ao Portal...

Saiba mais

Jornalista lança livro sobre comunicação popular

Publicado em 10 de junho de 2016

Do SINTTELRIO A historiadora e jornalista Claudia Santiago Giannotti lança, no próximo dia 11 de junho às 9h, o livro “Experiências em Comunicação Popular no Rio de Janeiro ontem e hoje – Uma história de resistência nas favelas cariocas”, no ITC, Instituto Trabalho e Cidadania, na Rua Medeiros Pássaro, 4, Tijuca. O livro faz um resgate histórico sobre as iniciativas de comunicação popular no Rio de Janeiro da década de 70 até os dias atuais. Claudia é coordenadora do Núcleo Piratininga de Comunicação, e que, no ano de 2015, passou a se chamar Curso Vito Giannotti de Comunicação Popular, uma homenagem ao criador e coordenador do NPC que ficou conhecido no país inteiro por ter dedicado sua vida e sua militância à defesa da comunicação dos trabalhadores. O NPC realiza o Curso de Comunicação Popular no Rio de Janeiro...

Saiba mais

Entrevista com Claudia Santiago para o Informativo dos Comerciários de Ipatinga

Publicado em 1 de junho de 2016

Mídia, imprensa e liberdade de imprensa foram alguns dos temas dessa entrevista. A jornalista Helenice Viana do Sindicato dos Empregados no Comércio e Serviços de Ipatinga (SECI) entrevistou a historiadora e coordenadora do Núcleo Piratininga de Comunicação, Claudia Santiago Giannotti. Leia a entrevista.

Saiba mais
Página 30 de 1.012« Primeira...1020...2829303132...405060...Última »