Assuntos

IHBAJA participa da Vª Feira de Economias Coletivas, no Méier e do 1º Festival da Comunicação Popular e Sindical do NPC, na Cinelândia

Por Val Costa e Renato Dória, pesquisadores do IHBAJA

Um dos principais objetivos do Instituto Histórico da Baixada de Jacarepaguá (IHBAJA) é dar visibilidade ao patrimônio material e imaterial de Jacarepaguá, por meio da vulgarização de trabalhos e pesquisas acadêmicas não-acessíveis ao grande público. Há muitos anos os seus integrantes participam de exposições, congressos, feiras, festivais,  oficinas, palestras e seminários, divulgando a riqueza cultural e histórica da nossa região. Nesse primeiro semestre, o grupo cooperou com dois eventos que movimentaram a cidade: o 1º Festival da Comunicação Sindical e Popular e a V Feira de Economias Coletivas.

A V Feira de Economias Coletivas foi realizada no Largo do Leão “Etíope” do Méier em 11/07/2/17.
O Festival de Comunicação Sindical e Popular foi realizado na Cinelândia, no dia 25 de maio. O evento foi uma iniciativa do Núcleo Piratininga de Comunicação – NPC – e teve como objetivo principal socializar experiências de comunicação popular feitas por indivíduos e grupos que se organizam em veículos de imprensa alternativos e pela grande redação da comunicação sindical.
A população visitando as barracas durante o 1º Festival da Comunicação Sindical e Popular.
Aulas, apresentações populares de música, teatro e dança, foram acompanhadas por quem passava pelo local e mostravam o que a comunicação popular e sindical faz para se contrapor ao poder político e econômico dos grandes meios empresarias de comunicação de massa. O IHBAJA dividiu uma barraca com seu parceiro na região de Jacarepaguá, o Jornal Abaixo Assinado. A barraca foi disponibilizada pelos organizadores do festival para apresentação dos trabalhos e materiais produzidos. Nela, o seu atual presidente, Renato Dória, distribuiu os materiais produzidos pelos seus integrantes e conversou com os participantes sobre as atividades desenvolvidas pelo grupo.
Bate-papo durante o Festival.
Delegação de Jacarepaguá que participou do Festival.
A V Feira de Economias Coletivas foi realizada no Méier, no dia 11 de julho. A Economia Coletiva tem como centro o ser humano, e não o lucro. Não explora ninguém porque não tem patrão. Trata-se de uma prática que tem como princípios: Autogestão, Apoio Mútuo, Democracia, Solidariedade, Cooperação e Respeito à Natureza.

 

A banquinha do IHBAJA

 

A faixa da feira foi produzida pela artesã e letrista Jane Nascimento, que participou da delegação de Jacarepaguá com seus produtos artesanais.
A Economia Coletiva é inspirada nos quilombolas, camponeses e indígenas, que durante toda sua história fizeram inúmeras experiências de economia coletiva pra produzir e/ou comercializar seus produtos. É com esta inspiração e com bastante acúmulo de experiencias do nosso momento atual que vários coletivos e movimentos sociais se organizaram para mais esta edição da Feira de Economias Coletivas.
Delegação de produtores e comerciantes da Baixada de Jacarepaguá que participaram da V Feira de Economias Coletivas. Representantes dos movimentos de luta por moradia e quilombolas da região fizeram parte do grupo presente.
Méier, 11/07/2017.

 

A banquinha do IHBAJA com livros sobre História do Rio de Janeiro e da Baixada de Jacarepaguá.
O IHBAJA esteve representado nesta atividade pelo diretor-tesoureiro Leonardo S. Santos e pelo diretor-presidente Renato Dória, que apresentaram pela primeira vez um importante trabalho econômico do IHBAJA: a venda de livros sobre história do Rio de Janeiro e de seus bairros, com especial dedicação aos bairros da zona oeste e Jacarepaguá. Com mais esta iniciativa o IHABJA visa consolidar mais ações orientadas pela sua missão principal: divulgar ao grande público a riqueza histórica e cultual da Baixada de Jacarepaguá e da cidade do Rio de Janeiro.
Os materiais impressos da banquinha do IHBAJA: o 1º Boletim Informativo do IHBAJA, edições do Jornal Abaixo Assinado de Jacarepaguá e livros sobre história de Jacarepaguá e bairros do Rio de Janeiro.

 

Mais uma vez a banquinha do IHBAJA.

Conheça o trabalho do IHBAJA em: http://ihbaja.blogspot.com.br/
Texto: Val Costa e Renato Dória. Pesquisadores do IHBAJA

Imagens: Internet, Gilka Resende (Festival da Comunicação Popular e Sindical) e Renato Dória (V Feira de Economias Coletivas). 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *