Assuntos

Manifestantes ocupam prédio da Rede Globo no Rio de Janeiro em defesa de Lula

levante_globo

Por Brasil de Fato 

Manifestantes entraram no hall de entrada do prédio da Rede Globo na tarde desta quarta-feira (24), e mancharam de vermelho o letreiro externo e o símbolo da emissora. A ocupação do prédio no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, durou poucos minutos e foi um protesto contra a cobertura do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo meio de comunicação, avaliado pelos movimentos populares como antidemocrática.

“Um julgamento como esse exige uma resposta radical. Precisamos mostrar que o povo não aceitará uma condenação com cartas marcadas.  Criou-se um espetáculo jurídico com nítida sustentação da Rede Globo. O judiciário não sustentaria tanta inconstitucionalidade se não fosse a  emissora agindo por traz para se favorecer. Enquanto existir a Globo, não haverá democracia”, afirma Paulo Henrique, do MST.

Os movimentos populares afirmam que caso Lula seja condenado pelo TRF-4, eles ocuparão as ruas para garantir que Lula tenha o direito de ser candidato. Segundo Luma Vitório, do Levante Popular, a articulação do judiciário, da mídia e do sistema financeiro não será suficiente para barrar a candidatura à presidência de Lula. “Ele será candidato e sendo candidato será eleito, porque o povo sabe que o projeto que querem nos empurrar acaba com os direitos do povo brasileiro. Nós garantiremos isso”.

A tinta vermelha no letreiro da Rede Globo e no símbolo da emissora encerrou a ocupação da Rede Globo.

Para assistir como foi: https://www.facebook.com/brasildefato/videos/1674281859286438/ 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *