Assuntos

Ocupações apontam relação entre golpe, corrupção e latifúndio, diz dirigente do MST

Kelly Maffort, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra

Kelly Maffort, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra

O MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) realizou, no dia 25 de julho, uma série de ocupações de terra em todas as regiões do país, como parte da Jornada Nacional de Lutas. A Jornada aconteceu nos estados do Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Sergipe, Piauí e Maranhão. Na Bahia e em Sergipe, os trabalhadores ocuparam o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e também realizaram marchas. Em entrevista ao jornalista João Eduardo Bernardes, do Brasil de Fato, Kelly Maffort, da direção nacional do Movimento, conta que, sob o  lema “Corruptos Devolvam Nossas Terras”, as “ações diretas” denunciam “à sociedade a relação entre o golpe, a corrupção e latifundiários”.

Confira a entrevista completahttps://www.brasildefato.com.br/2017/07/28/ocupacoes-apontam-relacao-entre-golpe-corrupcao-e-latifundio-diz-dirigente-do-mst/

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *