Assuntos

Claudia Santiago: ‘A comunicação sindical deve mostrar a realidade’

Publicado em 1 de novembro de 2017

Publicado no site do SINTIFRJ  [Por Gizele Martins] Claudia Santiago, de 55 anos, é referência na luta pela democratização da comunicação em todo o país. Claudia, jornalista e professora de história, é também fundadora e coordenadora do Núcleo Piratininga de Comunicação (NPC), que foi criado em 1994. O NPC é conhecido no Brasil pelos seus cursos, palestras, oficinas e produção gráfica sobre o tema da comunicação sindical, uma luta contra-hegemônica. Alguns anos depois o núcleo passou a atuar também na formação de comunicadores populares. Não, por acaso, nasceu nos últimos anos inúmeros jornais, rádios, TV’s, blogs e meios comunitários nas redes sociais produzidos pelo público periférico e favelado em todo o Rio de Janeiro. Nesta entrevista exclusiva para o Sintifrj, Claudia fala mais sobre a importância de uma comunicação sindical e como ela deve ser feita. Confira! A comunicação é...

Saiba mais

Kate Evans: “Rosa Luxemburgo me mostrou o quão sólido o socialismo pode ser”

Publicado em 27 de outubro de 2017

[Por Luisa Santiago e Sheila Jacob – NPC] Entrevista com Kate Evans, romancista gráfica, artista, ativista e “mãe”, como faz questão de frisar. Ela é autora do livro “Rosa Vermelha”, uma biografia em quadrinhos da revolucionária socialista Rosa Luxemburgo. Nessa rápida entrevista ao Boletim NPC, ela conta sobre o processo de criação da obra, apresenta as principais ideias de Rosa Luxemburgo e defende o formato das histórias em quadrinhos por serem acessíveis. “Rosa Luxemburgo me mostrou o quão sólido o socialismo pode ser”, afirmou. | Confira a entrevista.

Saiba mais

Raoul Peck sobre ‘O Jovem Karl Marx’: “Vou ao passado para compreender a eleição de Trump”

Publicado em 5 de outubro de 2017

[Por Comunidade Cultura e Arte] Raoul Peck é um homem deste tempo. Não só da América que deixa de ser de Obama e passa a ser de Trump, mas também da Europa que parece também seduzida por um nacionalismo que poderá rimar com alguns ‘ismos’ nefastos. Em O Jovem Karl Marx, que agora chega às nossas salas, atreve-se a regressar onde tudo começou, ou seja, ao Manifesto do Partido Comunista, um outro ‘ismo’, até à identificação dos princípios capitalistas que Peck considera gerarem nefastas consequências e vícios atuais; mas refletiu também sobre os ecos do seu outro filme, Eu Não Sou o Teu Negro, o tal documentário que foi nomeado ao Óscar (estreia em maio), onde aborda o privilégio de raça através dos textos e persona do ativista político William Baldwin. Na entrevista que fizemos ao realizador haitiano, no passado festival de Berlim, foram passadas em revista as implicações de ambos esses filmes estranhamente orgânicos. | Leia a entrevista completa.

Saiba mais

Boletim NPC entrevista Murilo Ramos, professor da UnB e um dos palestrantes do 23º Curso Anual do NPC

Publicado em 17 de agosto de 2017

Para esta edição, o Boletim NPC entrevistou o jornalista e professor da Faculdade de Comunicação da UnB, Murilo Ramos. Ele falou sobre a luta pela democratização da comunicação e pela regulação legal dos meios existentes, a legislação de outros países e a conjuntura brasileira.

Murilo Ramos é um dos palestrantes do 23º Curso Anual do NPC. Ele participa da mesa “Agências de notícias, conglomerados globais e a concentração da informação”, no dia 23/11, às 9 horas. | Confira a entrevista completa!

Saiba mais

Beto Almeida fala sobre a Venezuela no Espaço Gramsci

Publicado em 11 de agosto de 2017

No último sábado, dia 5, o Espaço Gramsci recebeu o jornalista Beto Almeida para um papo sobre a Venezuela. Beto, que foi um dos fundadores do Brasil de Fato e da Telesur, fez um panorama da vida e das lutas na Venezuela desde antes do primeiro governo de Hugo Chávez, em 1999, até os dias de hoje. | Confira aqui a entrevista completa

Saiba mais

Ocupações apontam relação entre golpe, corrupção e latifúndio, diz dirigente do MST

Publicado em 3 de agosto de 2017

O MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) realizou, no dia 25 de julho, uma série de ocupações de terra em todas as regiões do país, como parte da Jornada Nacional de Lutas. A Jornada aconteceu nos estados do Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Sergipe, Piauí e Maranhão. Na Bahia e em Sergipe, os trabalhadores ocuparam o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e também realizaram marchas. Em entrevista ao jornalista João Eduardo Bernardes, do Brasil de Fato, Kelly Maffort, da direção nacional do Movimento, conta que, sob o lema “Corruptos Devolvam Nossas Terras”, as “ações diretas” denunciam “à sociedade a relação entre o golpe, a corrupção e latifundiários”. | Confira a entrevista completa.

Saiba mais
Página 1 de 2212345...1020...Última »