Assuntos

Cartilha da Alerj dá informações sobre direitos humanos

Publicado em 12 de dezembro de 2017

  A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da ALERJ lançou recentemente uma importante cartilha. O material trata da Declaração Universal dos Direitos Humanos, que completará 70 anos dia 10 de dezembro de 2018. Foram anexadas, ao texto, histórias da Comissão, mostrando a diversidade dos casos que são atendidos pela equipe. Na última parte, informa-se sobre os serviços públicos que existem e que podem ser acessados por qualquer morador do estado do Rio de Janeiro. O objetivo é que a cartilha seja mais uma ferramenta na promoção e garantia de direitos. Para acessar, clique...

Saiba mais

Vereador do Rio apresenta emendas em prol da comunicação alternativa e comunitária

Publicado em 11 de dezembro de 2017

O vereador Reimont Otoni (PT-RJ) apresentou emendas ao orçamento de 2018 em prol da comunicação alternativa e comunitária. Em síntese, elas propõem o seguinte: . “Destinar recursos alocados para serviços de publicidade, em pelo menos trinta por cento, para a contratação de agências de propaganda enquadradas como microempresas ou empresas de pequeno porte, que ficarão responsáveis pela contratação dos canais comunitários e/ou alternativos”. . “Preparar o Plano de Mídia para Veículos Comunitários e/ou Alternativos, envolvendo: o estudo, o planejamento, a conceituação, a concepção, a criação, a intermediação, a execução, a supervisão e a distribuição da publicidade para os veículos comunitários e/ou alternativos.” A justificativa é que já consta nas diretrizes da Câmara uma ação programada que prevê transparência e divulgação das atividades legislativas e administrativas em linguagem simples e acessível ao povo. O baixo custo dos canais alternativos e...

Saiba mais

Era de Aquário ou era do aquário? Do jornal impresso às redes

Publicado em 28 de novembro de 2017

Por Reginaldo Moraes – publicado originalmente no Jornal da Unicamp Em 1450, Gutenberg inventou a imprensa, ou melhor, a prensa. Um ano depois já havia produzido 200 exemplares da Bíblia. Antes dele, um monge costumava demorar um ano para entregar um exemplar – copiado à mão. Cinquenta anos depois, já havia milhões e milhões de livros circulando pela Europa, graças à nova invenção. Assombroso, mas era apenas o começo de uma transformação brutal – o livro portátil tornaria viável o romance, a novela e também o material didático padronizado imprescindível à massificação da escola pública. Uns 300 anos depois da prensa, veio o telégrafo. A palavra viajava mais rápido, gerava a imprensa de negócios, a especulação em tempo quase real. Em 1870, uma carta, livro ou jornal demorava uns 30 dias para ir de Lisboa ao Rio de Janeiro. A...

Saiba mais

Cultura é lugar de resistência nas favelas e periferias

Publicado em 27 de novembro de 2017

23º Curso Anual do NPC – Cobertura do Terra Sem Males   Vidas negras utilizam cultura e vivência na disputa de narrativa da luta de classes Por Paula Zarth Padilha / Terra Sem Males “Cultura e comunicação tem lugar de resistência, de disputa, de pertencimento e de sentidos”, resumiu a jornalista Tatiana Lima ao iniciar a mesa “A comunicação e a cultura na luta de classes e na luta de cada um”, realizada na manhã de sábado, 25 de novembro, pela programação do 23º Curso Anual do Núcleo Piratininga de Comunicação (NPC). Tatiana Lima Doutoranda em comunicação na Universidade Federal Fluminense (UFF), ela expôs que sua vida como moradora de favela até os 21 anos atravessa seu olhar de pesquisadora. “A favela é descolonial, os muros são plataformas de comunicação. O modo de ser, de sobrevivência, já é contra-hegemônico”. Em sua pesquisa, ela...

Saiba mais

Comunicação é ferramenta de consolidação de golpes na América Latina

Publicado em 27 de novembro de 2017

23º Curso Anual do NPC – Cobertura do Terra Sem Males   Resgate histórico coloca a mídia como viabilizadora de golpes em países latino-americanos Por Paula Zarth Padilha / Terra Sem Males Na mesa “Comunicação em tempos de golpe”, realizada durante o 23º Curso Anual do NPC na tarde de sexta-feira, 24 de novembro, o jornalista Beto Almeida, da Telesur, listou golpes de Estado ocorridos em diversos países da América Latina, situando os meios de comunicação como fomentadores das quedas ou tentativa de derrubada de presidentes que governaram favorecendo políticas públicas e sociais para a população. Foram mencionados os casos ocorridos no Paraguai, de Fernando Lugo; Honduras, de Zelaya; e da Líbia de Khadafi; e a tentativa de derrubada de Hugo Chavez na Venezuela, na forma como a mídia atuou para criminalizar as ações desses presidentes. Beto Almeida falou sobre as experiências das...

Saiba mais

“Lutar, ser pobre, preto ou LGBT no Brasil é crime”

Publicado em 27 de novembro de 2017

23º Curso Anual do NPC – Cobertura do Terra Sem Males   Curso anual do NPC abordou a criminalização dos Movimentos Sociais Por  Márcio Mittelbach / Terra Sem Males “Lutar, ser pobre, preto ou LGBT no Brasil é crime”. Com essa afirmação, a jornalista do Conlutas, Claudia Costa, abriu a última mesa de debates do terceiro dia, 24/11, do 23º Curso anual do NPC, que abordou um tema crucial para a luta dos trabalhadores: a criminalização das lutas sociais. Outra palestrante que colocou a plateia para refletir foi Gizele Martins. Jornalista, pesquisadora, ativista dos movimentos populares, Gizele contou sobre sua luta diária como moradora de favela e ativista da comunicação popular. Moradora da favela da Maré, no Rio de Janeiro, onde lidera um jornal comunitário, ela falou do preconceito que sofre por morar lá. “Quando fazia entrevista de emprego eu tinha que...

Saiba mais
Página 4 de 1.017« Primeira...23456...102030...Última »