Assuntos

Compartilhar

 

 

YouTube Facebook Twitter Flickr Google+

Novidades

VITO GIANNOTTI VIVE!

Publicado em 30 de julho de 2015

Como todos nossos leitores devem imaginar, esse é o boletim mais sofrido que já escrevemos. Insuficientes são as palavras para homenagear o grande lutador que foi Vito Giannotti, criador do NPC junto com sua companheira de vida e de sonhos Claudia Santiago. Vito era uma presença marcante, inesquecível, explosiva e doce ao mesmo tempo, que conquistou corações e mentes pelo Brasil afora. Por esse motivo, não foram poucas as mensagens de carinho que recebemos após sua partida, desde as produzidas por sindicatos e entidades de luta até aquelas feitas por personalidades e pelos alunos dos cursos que ele ministrou pelo país. De norte a sul o Brasil lamentou a sua perda e reforçou a importância de dar continuidade à luta que Vito começou e incentivou, sempre preocupado com a comunicação dos trabalhadores e a transformação do mundo.

Além de anunciar a missa de sétimo dia, nesse boletim especial tentamos reunir as tantas homenagens feitas a Vito Giannotti. Como foram muitas, não conseguimos divulgar todas aqui e, certamente, algumas nos escaparam. Aos poucos vamos divulgando em nossa página, no Facebook e nos próximos boletins. Pedimos para nos enviarem para o e-mail npc.sheila@gmail.com

Em meio a nossa dor, à saudade e à firmeza da luta, sigamos. É isso que Vito espera da gente. Vito Giannotti presente! Ciao, companheiro. E obrigada por tudo.

Equipe NPC.

Saiba mais

Missa de 7º dia será na sexta, 31/7, às 17h, no Centro do Rio

Publicado em 30 de julho de 2015

Companheiros(as), a missa de sétimo dia de Vito Giannotti, “o ateu mais cristão que conhecemos”, será nessa sexta-feira, 31 de julho, às 17h, na Igreja Nossa Senhora do Parto. Ela fica na Rua Rodrigo Silva, 07, Centro do Rio – perto da estação de Metrô da Carioca.

Saiba mais

Por Sebastião Neto (IIEP): Eu e ele, nós e eles

Publicado em 30 de julho de 2015

Dedico aos jovens que brilhavam os olhos ao ver Vito falar, imprecar e politizar. E particularmente aos participantes do Curso de Comunicação Popular do NPC. Como diria o Elias: “se temos que esperar alguma coisa, será dos jovens”. Leia mais.

Saiba mais

Por Reginaldo Moraes: Vito Giannotti, o comunista-cristão que andava sobre o mar

Publicado em 30 de julho de 2015

“Vito é um cara difícil de definir. Acho que sua energia criadora tinha três fontes: o cristianismo, o comunismo e o anarquismo. Uma síntese estranha, difícil, delicada, mas compreensivel para quem, como ele, havia lido a frase “a religião é um ópio do povo” sem deixar a parte seguinte, frequentemente esquecida: “é o grito do espírito em um mundo sem espírito”. Essa era a sua forma de religião. Assino e reconheço a firma”, Regis de Moraes. Leia mais.

Saiba mais

Por Virgínia Fontes – Ao querido Vito Giannotti

Publicado em 30 de julho de 2015

Vito Giannotti foi embora. Estou me sentindo anestesiada, por dentro e por fora. Ele não podia fazer isso, porra!

Ele ficou tranquilamente deitado no chão, local onde dormiu por muitos anos, até reaprender o uso dos colchões. Não consigo me convencer de que não vai se levantar e nos expulsar a todos nós, os amigos, aos gritos brabos e afetuosos.

Ele nos deixa órfãos de sua risada, de seus gritos de “caralho!” “porra!”, “cazzo!”, que fazem uma falta enorme. Como levar adiante a luta sem sua gentileza única, atenta e humana, sem sua brabeza correta e necessária, sua doçura única, suas exigências máximas?

Um mísero ponto de apoio: morreu sem sofrer.

Não se encontram pessoas como Vito Giannotti nas esquinas. Quem teve a sorte de conhecê-lo – e, pela generosidade de Vito, foram muitos – pôde rir com ele, brigar com ele, lutar junto com ele, pensar e organizar com ele, esses tiveram uma chance extraordinária. Que guardemos isso para a vida. É um aprendizado de partilha comunista a preservar e multiplicar, preciosamente.

Conheço Vito e Cláudia – sempre juntos – há 20 anos. A gata e o Vitão. Uma das mais lindas histórias de amor. Das muitas fotos que povoam a vida, uma, muito especial, foi tirada aqui em casa, num aniversário: um instantâneo capturou um maravilhoso olhar trocado por eles, olhar enamorado, amoroso e franco. Amor completado com Luísa, a então menininha que cresceu com Claudia e Vitão, que aprendeu a dividir a mãe ao ganhar esse ‘carcamano’ generoso. Hoje, mulher plena, companheira na luta. Leia mais.

Saiba mais
Página 1 de 71212345...102030...Última »