Assuntos

Compartilhar

 

YouTube Facebook Twitter Flickr Google+ SoundCloud

Novidades

80 anos sem Antonio Gramsci

Publicado em 18 de abril de 2017

No dia 26/04/17, quarta-feira que vem, completam-se 80 anos da morte de Antonio Gramsci. Nós do NPC e da Livraria Antonio Gramsci estamos, junto com parceiros, programando algumas atividades especiais para celebrar essa data durante a próxima semana.

Já pode ir anotando na agenda: no dia 27 de abril, quinta-feira, às 18h, a Livraria Antonio Gramsci fará o lançamento do livro “Gramsci e a questão dos intelectuais”, de André Malina. Haverá entrevista com o autor transmitida ao vivo pelo facebook. Saiba mais!

Saiba mais

Jornalistas, sindicalistas e comunicadores populares podem enviar materiais para o 1º Festival de Comunicação Popular e Sindical

Publicado em 18 de abril de 2017

[Por Redação NPC – 17.04.2017] Jornalistas, sindicalistas, comunicadores populares e integrantes de movimentos sociais já podem enviar seus materiais para exposição no 1º Festival de Comunicação Sindical e Popular, que o NPC vai realizar no dia 25 de maio, na Cinelândia, no Rio de Janeiro. O evento será uma grande intervenção cultural, livre e democrática, com shows de música, teatro, danças e aulas públicas sobre temas como cultura, história e comunicação. Essa ocupação da cidade visa construir um espaço para dar visibilidade aos veículos de comunicação alternativa. Saiba como participar e como contribuir para que o Festival aconteça!

Saiba mais

5ª aula do Curso Vito Giannotti de Comunicação Popular tem estudo de redação e lançamento da cartilha 1º de Maio

Publicado em 18 de abril de 2017

[Por Redação NPC – 11.04.2017] A quinta aula do Curso Vito Giannotti de Comunicação Popular aconteceu no sábado (08.04), no auditório do Sisejufe-RJ, e foi dedicada ao estudo da redação jornalística. Pela manhã, os alunos aprenderam as técnicas com a jornalista e professora Sheila Jacob e, à tarde, se reuniram em grupos para fazer exercícios e planejar as matérias que irão escrever nos próximos dias.

Durante a aula, aconteceu o lançamento da nova edição da cartilha “1º de Maio – dois séculos de lutas operárias” e cada aluno recebeu um exemplar. A publicação conta a história de luta dos trabalhadores pela jornada de 8 horas e está disponível para compra na Livraria Antonio Gramsci (http://livrariagramsci.com.br/).

Nove alunos que não faltaram a nenhuma aula foram presenteados com o livro “Padrões de manipulação na grande imprensa”, da Fundação Perseu Abramo. A próxima aula será no dia 29 de abril.

Saiba mais

Assédio e TV: tudo a ver

Publicado em 18 de abril de 2017

[Por João Paulo Cunha – Brasil de Fato MG – 13.04.2017] Em poucos dias, quatro personagens que gozam dessa geleia indistinta chamada ‘celebridade’ mostraram o que têm de pior. José Mayer foi autor de agressão sexual contra uma funcionária da emissora em que trabalha, a Rede Globo. Sílvio Santos cometeu assédio moral ao vivo e em cores contra uma jornalista do SBT, onde é o “patrão”. O cantor Victor, que apresentava um concurso de calouros para crianças, passou a ser réu no processo por violência física à mulher, grávida de seu filho. Inquérito por agressão à namorada tirou o médico Marcos Harter do BBB 17.

À primeira vista, a dimensão tomada pelos casos mostrou que houve uma reação social forte, principalmente das mulheres, que se uniram para denunciar e cobrar responsabilidades contra a violência, os assédios e a agressão. Além disso, a postura das emissoras, com maior ou menor grau de reconhecimento da gravidade em cada um dos casos, parecia emitir um sinal de autocrítica. No entanto, o constrangimento, cabotinamente anunciado até no Jornal Nacional, levou a punições brandas, como afastamento provisório dos envolvidos de suas atividades ou expulsão do participante do reality show, o que não foi mais que a aplicação da regra do jogo. | Leia o artigo completo.

Saiba mais

Meu nome não é Sininho, entrevista com Elisa Quadros

Publicado em 18 de abril de 2017

[Por Mariana Simões e Natalia Viana – Agência Pública – 13.04.2017] Depois de dois anos parado, o processo que procura condenar Elisa Quadros Pinto Sanzi e outros 22 ativistas presos durante os protestos de 2013 e 2014 no Rio de Janeiro deve chegar ao fim. Em abril, o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) começou a julgar um habeas corpus que pedia a anulação de provas colhidas por um policial militar infiltrado nas manifestações sem autorização judicial.

Assim que o STJ proferir sua decisão, o caso que ficou conhecido como “processo dos 23”, no qual os jovens manifestantes são acusados de “associação criminosa agravada pelo uso de arma e a participação de adolescentes”, deve finalmente ser julgado pelo juiz Flávio Itabaiana, do Tribunal de Justiça fluminense. Itabaiana é conhecido como “linha-dura” e concedeu diversos pedidos de prisão temporária dos ativistas, incluindo no final da Copa do Mundo de 2014. | Confira a entrevista completa.

Saiba mais
Página 1 de 84012345...102030...Última »