Assuntos

Reforma trabalhista: por que os trabalhadores aceitaram calados?

Publicado em 14 de julho de 2017

[Por Claudia Santiago] No dia 11 de julho de 2017, os senadores brasileiros confirmaram o que já havia sido decidido na Câmara dos Deputados: a CLT tinha que acabar. Cumpriu-se nessa data o que Fernando Henrique Cardoso decretou em seu primeiro governo, iniciado em 1994. Na época, o então presidente afirmou a necessidade de pôr um fim à Era Vargas. O fim da Era Vargas era a privatização das empresas estatais. O fim da era Vargas era o fim da CLT. As privatizações foram feitas. Os direitos trabalhistas, porém, sobreviveram – aos trancos e barrancos. Mas seu fim já estava decretado.

E nesta terça-feira, 11 de julho, os senadores brasileiros deram o golpe fatal que liquidou com garantias básicas para aqueles que vivem do trabalho.

Espantosamente, os trabalhadores não reagiram. Não foram às ruas nesse dia. Assistiram a tudo calados. Por que? | Leia o artigo completo.

Saiba mais

Criar já o programa “A Voz do Brasil Democrática”

Publicado em 6 de julho de 2017

[Por Beto Almeida] Existe possibilidade prática de criar já uma rede de emissoras de tv e rádio do campo público – educativas, comunitária e universitárias – para, com o uso de satélite, montar um programa diário de notícias, uma Voz do Brasil Democrática, informando sobre as lutas do povo, abrindo espaço para todos os segmentos sem voz na grande mídia, e que venha a tornar-se o único instrumento comunicativo de grande alcance para o esforço de recuperação do pleno estado de direito e paralisação do desmonte dos direitos trabalhistas e previdenciários.

A proposta foi apresentada pela Comissão Brasileira de Justiça e Paz, organismo vinculado à CNBB, à Coordenação da Frente Brasil Popular e, também, à direção da TV dos Trabalhadores, que pode integrar esta ação comunicadora democrática. | Leia o artigo completo!

Saiba mais

Quem controla o que você vê ou não na internet?

Publicado em 29 de junho de 2017

[Por Tatiana Carlotti] O princípio de relevância cria um mundo sob medida para você. Antes de comemorar vale conhecer o alerta de quem afirma que isso mais asfixia do que liberta.

Você já reparou que seus amigos de direita desapareceram do seu “feed” no Facebook? Percebeu como os anúncios do Google resolveram ofertar justamente aquilo que você pensou em comprar, mas viu o preço e acabou desistindo?

Pois saiba que seus amigos continuam na ativa, malhando a esquerda nas redes sociais, mesmo com as revelações sobre o Aécio Neves. A diferença é que eles não aparecem mais no seu Facebook, da mesma forma que você não aparece mais no deles. | Leia o artigo completo!

Saiba mais

Para onde vamos: socialismo ou barbárie?

Publicado em 23 de junho de 2017

[Por Anita Leocadia Prestes – Blog da Boitempo – 21.06.2017]   Transcorrido um ano de governo de Michel Temer, não há mais dúvida de que sua posse resultou de um golpe parlamentar-jurídico, cujo objetivo central foi liquidar as conquistas dos trabalhadores brasileiros consagradas na legislação do país. Nesse sentido, são emblemáticas as propostas encaminhadas ao Congresso Nacional das reformas trabalhista e da previdência, assim como os esforços voltados para invalidar os direitos democráticos consagrados na Constituição de 1988, não obstante suas limitações, apontadas por Luiz Carlos Prestes, no que diz respeito ao artigo 142 dessa Carta, ou seja, à manutenção da tutela militar acima dos três poderes da República. Artigo este usado pela primeira vez pelo atual governo para reprimir manifestação popular realizada recentemente em Brasília. Da mesma maneira, assistimos ao desmonte da Petrobras, que está sendo entregue despudoramente...

Saiba mais

A reforma trabalhista aumenta a desigualdade social

Publicado em 22 de junho de 2017

[Por Guilherme Boulos – Carta Capital – 19.06.17] (…) Recentemente me atentaram a um ponto pouco debatido e seguramente dos mais absurdos na reforma trabalhista. Trata-se do chamado “tabelamento dos danos extrapatrimoniais”, que estabelece que o cálculo das indenizações trabalhistas será proporcional ao salário da vítima. Dito assim, parece algo normal. Vejamos então no concreto.| Continue lendo.

Saiba mais

Ciência e transparência – desafios para as políticas públicas e para a universidade

Publicado em 16 de junho de 2017

A influência norte-americana em nossa sociedade, inclusive na educação, tem-nos obrigado, no nosso Instituto, a um acompanhamento permanente de algumas políticas de desenvolvimento daquele país. Em um livro de 2013 cheguei a formular essa tentativa com uma imagem ou provocação: e se pensássemos pensar os Estados Unidos como país em desenvolvimento? O que fizeram os americanos quando estavam a caminho desse “estado avançado”? | Continue lendo.

Saiba mais
Página 1 de 24412345...102030...Última »